IconIconIconIconIconIcon

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Valente - CRÍTICA

A Disney/Pixar lança nesta temporada sua mais nova animação, um conto de fadas unusual com a cultura bretã como background. Valente narra a história da princesa Merida e suas artimanhas para escapar de um casamento arranjado. A personalidade rebelde e o desejo de liberdade da princesa é refletida através de seus cabelos, minuciosamente desenhado.

Não sendo apenas uma manifestação da atitude da princesa, mas também uma forma da Disney/Pixar mostrar seus poderes mágicos através dele.
Valente - Assista ao trailer
NOTA: 75
A narrativa se baseia em lendas escocesas, com uma princesa de longas madeixas ruivas onduladas e brigas entre reis vikings e ursos. O famoso happy end visto em muitos contos - onde um príncipe encantado beija a princesa quebrando um feitiço ouwhatever, não é a meta preterida pela princesa. E sim, o não beijo final do príncipe. Merida é uma jovem que, antes de se casar, quer viver livremente e ter poder sobre suas escolhas - ques são impostas por sua mãe, a rainha Elinor.
Esta novidade na narrativa se une à inovação tecnológica do 3D, que explora toda a particularidade das belas paisagens escocesas. Não esquecendo do já citado famoso cabelo de Merida, que brilha, voa e tem reações a toda ação do longa. O cabelo se torna um personagem na história sendo importante na impressão da personalidade da princesa. Toda a abordagem da animação explora as qualidades da cultura bretã tornando o filme um tanto interessante, para pais e filhos.

Sem esquecer do guru tecnológico Steve Jobs, que tem sua merecida homenagem - para quem não sabe, Jobs foi um dos CEOs da Pixar. Valente é uma das novidades mais frescas na animação da Disney/Pixar, mostrando que o final feliz nem sempre significa casar com o príncipe encantado.

counter easy hit