IconIconIconIconIconIcon

sábado, 1 de outubro de 2011

35a. Mostra Internacional de Cinema de São Paulo divulgou os seus principais destaques.


A 35a. Mostra Internacional de Cinema de São Paulo divulgou os seus principais destaques, que ocuparção mais de 20 espaços e salas de cinema da cidade entre 21 de outubro e 3 de novembro.


Ao todo serão cerca de 300 filmes, entre raridades resgatadas e novidades do cinema mundial. O Garoto de Bicicleta, dos irmãos Luc e Jean-Pierre Dardenne, e Once Upon a Time in Anatolia, do turco Nuri Bilge Ceylan, que dividiram o Grande Prêmio do Júri no Festival de Cannes 2011, puxam a fila, que inclui The Future (de Miranda July), L'Illusion Comique (de Mathieu Almaric), Cave of Forgotten Dreams (de Werner Herzog), entre dezenas de outros.

As retrospectivas deste ano homenageiam Elia Kazan (Sindicato de Ladrões, Vidas Amargas), com cerca de dez filmes do cineasta e a presença de sua viúva, a escritora Frances Kazan; Sergei Paradjanov, ícone do cinema soviético pós-Enseinstein, que também ganha uma exposição no MASP; e o também russo Aleksei German, com seis filmes que, censurados pelo regime stalinista, abrangem as décadas de 70 a 90 com narrativas históricas e antibélicas.

Como em anos recentes, as reexibições de clássicos restaurados têm destaque especial na Mostra. Em 2011, os escolhidos são a versão digital restaurada de Taxi Driver, que foi mostrada no Festival de Berlim deste ano, 1900, de Bernardo Bertolucci, Laranja Mecânica, de Stanley Kubrick, A Doce Vida, de Federico Fellini, e O Leopardo, de Lucchino Visconti - estes dois últimos em comemoração ao centenário de Nino Rota, autor das trilhas sonoras.

counter easy hit